Integre

Integra.

Íntegra integração

Ação e criação que transcendem qualquer reação

Integração das polaridades

Em qual polo seu sofrimento te prende?

Quando o Sol briga com a Lua, o produtivo desmerece o descanso,

Quando a alegria desdenha da tristeza e a raiva menospreza a sensatez,

quando o pêndulo se estica para um lado, na mesma força e potência ele volta sua energia para sua própria polaridade

A diferença, a separação, o isolamento, o julgamento que distancia se tornam teu reino.

Se o Homem não se vê na Mulher, e a Mulher não se percebe no Homem, não é possível ver semelhanças.

O monoteísmo e absolutismo do OU não permite a misericórdia democrática do E.

E.

O “e” encontra a sabedoria na mais insensata loucura. E consegue observar loucura na mais lógica das verdades racionais.

Permitam-me, senhores, ser dona de mim e querer colo, ser terapeuta e paciente, ser produtiva e procrastinadora, ser direita e esquerda, ser bruxa e cientista, atéia e devota. Permitam-me, senhoras, ser mãe e amante, ser vida e morte, ser luz e sombra no constante recriar do self.

Permita-se parar de sofrer na montanha russa de um pêndulo que insiste querer bater em um só lado. Dance o ritmo das mudanças, das polaridades, nesse tictac mais harmônico que aceita a beleza desse balé cósmico dual.

Nina Taboada

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *